Minha Marmita Tem

menu semanal

Planejando a marmita

Marmita não é necessariamente o ~resto da janta de ontem~ que estava na geladeira e você colocou num potinho de plástico para levar para o trabalho. A melhor de todas as vantagens da marmita é você poder escolher exatamente o que vai comer durante a sua semana, além de ter o prazer de cozinhar alimentos frescos com as suas próprias mãos.

Para a marmita não virar um grande festival de restos a solução é simples: planejar!

Aqui em casa, no fim de semana nós já planejamos as marmitas para a semana inteira (menos para o dia do macarrão), decidindo o cardápio completo e quem vai fazer o que. Não há tempo nem disposição durante a semana para fazermos marmita todos os dias. Nós escolhemos bem o cardápio e a comida fica perfeitamente refrigerada e armazenada sem estragar até a sexta-feira.

Para ajudar você no planejamento semanal da sua marmita, aqui vão algumas dicas preciosas:

Evite o desperdício

Antes de decidir o cardápio, veja o que você já tem na sua geladeira e nos seus armários. Veja o que está perto da data de validade e como estão os legumes. Adapte o seu cardápio em torno do que você tem e compre no mercado apenas os complementos que deixarão sua marmita mais interessante e saborosa. O Google é ótimo para isso: digite os nomes dos ingredientes que você tem mais a palavra “receita”. Foi assim que meu namorado achou uma receita incrível de lentilha com tomates! (aguardem!)

planejando a marmita

Base para tudo

Para não ficar perdida na hora em que estiver planejando a marmita, siga a base carboidrato + proteína + leguminosa + legumes + salada.

Macarrão

Ele é a única marmita que fazemos no mesmo dia e não no fim de semana. Como eu já contei, quarta-feira é o nosso dia do macarrão e gostamos de prepará-lo ou na terça-feira ou na própria quarta. Uma dica valiosa para ele não ficar seco é separar o macarrão do molho. Temos um potinho para a massa e outro para o líquido. Assim, só juntamos na hora de aquecer e ele não fica tão seco.

Congele o básico

Tenha sempre arroz e feijão congelados em seu freezer. Reserve um tempinho num fim de semana e faça um monte de uma vez (umas 3 xícaras) e guarde em potinhos pequenos, do tamanho de porções, para não ter que se preocupar com isso toda vez. Saiba tudo sobre congelar alimentos neste post. Olha o nosso freezer como fica:

meu freezer

Saiba variar

Para sua marmita não ficar sem graça, você pode deve fugir do combo arroz+feijão e variar, optando por arroz integral, arroz com quinoa, arroz com espinafre, arroz com legumes, arroz vermelho e por aí vai, além de feijão preto, lentilha, grão de bico e outros milhões de tipos de feijão que você pode fazer.

Escolha bem

A carne pode ser um desafio para quem vive de marmita e não quer levar carne moída toda hora. Qualquer que seja a sua escolha (linguiça, frango ou bife) o melhor é levá-la picada para que não fique seca nem borrachuda. De preferência misture com um molho ou legumes refogados ~bem molhadinhos~ pois é mais fácil de transportar e controlar a porção que você está levando, além de ficar mais saborosa. Nós fazemos o bife de carne cortado em tirinhas (aqui tem um post bem legal sobre isso) e o frango fazemos desfiado. E se quiser levar ovo frito, faça ele mexido e, se possível, apenas uma noite antes de levá-lo na marmita.

Pesquise

Eu não tenho criatividade infinita para fazer comida e mesmo planejando a marmita, tem dias que eu faço só o basicão (tipo arroz, feijão, carne moída e purê). Quando quero levar algo diferente e nada me vem à cabeça, o que eu mais gosto é de passear pelos blogs de receita para ter ideias novas. Você também pode fazer isso e, claro, acompanhar o Minha Marmita Tem para achar alguma receita perfeita para a sua marmita da semana! 😉

 

(Foto da capa: adaptada de Borboletas na Carteira)

Comente o que achou!

comments