Minha Marmita Tem

Dicas para a marmita não estragar

Dicas para a marmita não estragar

Quem leva marmita sabe o quanto é importante que a comida esteja fresquinha e bem conservada na hora da refeição.

Afinal, o hábito de levar marmita vem, em grande parte, do desejo de comer com mais qualidade e ser mais saudável, e nada pior do que pegar uma intoxicação alimentar por comer marmita estragada, né?

Trouxe algumas dicas para você saber como conservar e transportar sua marmita da melhor forma para manter o alimento em condições ideais para ser consumido fora de casa.

Dicas para a marmita não estragar:

  • Atenção na hora do preparo
  • Evite alimentos que estragam rápido
  • Não misture toda a comida
  • Cuidado com os vegetais
  • Atenção redobrada nos dias quentes
  • Material da marmita
  • Transporte
  • Refrigeração
  • Limpe bem seu potinho

Atenção na hora do preparo

Quer garantir que sua marmita não vai estragar? Fique atento na hora de preparar as refeições: use alimentos frescos (por isso é importante saber planejar a marmita, assim você nunca terá ingredientes “velhos demais” na sua geladeira e garante que a marmita será feita apenas com coisas frescas e, portanto, com menos chances de estragarem) e evite levar carne mal passada.

Pode ser uma delícia comer carne mal passada, porém, quanto mais tempo ela demora para ser consumida, mais chance de microorganismos se proliferarem nela. Cozinhá-la por inteiro garante que ela estará livre de bactérias e você se livra de uma intoxicação alimentar.

Evite alimentos que estragam rápido

Assim como é importante usar alimentos que estão frescos, também é muito importante escolher ingredientes que demoram para estragar.

Claro que você pode fazer seu prato preferido que tem um alimento que estraga rápido, mas consuma essa marmita o mais rápido possível ou deixe para prepará-la no próprio dia de manhã, antes de ir trabalhar.

Alguns alimentos que estragam rápido são: cenoura, ovo, leite, maionese e frituras em geral. Por isso, fique esperto quando tiver algum deles no cardápio!

Não misture toda a comida

Uma maneira de evitar que a marmita estrague é separando os ingredientes. Potes muito grandes em que a comida fica misturada não são bons, pois, além de bagunçar todo o seu almoço e misturar molhos com comidas secas, favorece a contaminação cruzada.

Prefira dividir os alimentos em potes grandes que tenham divisórias ou em diferentes potes pequenos (como eu e o namorado fazemos: um pote para salada, um pote para arroz e feijão e outro pote para carne e legumes).

pote de marmita com divisoriasVegetais costumam soltar bastante água, seja quando preparados ou quando temperados, o que causa um ambiente propício para as bactérias.

Para evitar que isso aconteça, algumas precauções podem ser tomadas:

  • Lave bem os vegetais antes do preparo;
  • Evite levar legumes crus, pois estragam mais rápido;
  • Ao prepará-los em casa, logo em seguida já armazene na geladeira para que não estraguem;
  • Quando levar salada, prefira adaptar para um pote, para que o tempero fique na parte debaixo junto a ingredientes mais resistentes. Ao ficar longe do tempero, o alface e as folhas mais sensíveis podem ser conservadas sem soltar água, fazendo com que a salada dure muito mais tempo. Clique aqui para aprender a montar uma salada no pote. 

Atenção redobrada nos dias quentes

Os dias quentes são um perigo para quem leva marmita! Especialmente nesses dias, evite levar marmitas com os alimentos do tópico de cima.

A melhor solução é manter a marmita refrigerada até o momento de sair de casa, transportá-la em uma bolsa térmica e colocá-la na geladeira assim que chegar no trabalho.

Quando você esquece a marmita dentro da mochila num dia de calor tem um alto risco de comer um almoço que azedou.

Material da marmita

Existe uma infinidade de potinhos de marmita, mas alguns deles são melhores para a marmita não estragar.

Caso você prefira levar a marmita em potes de plástico, saiba que muitos deles contêm uma substância tóxica que pode se soltar do material ao levar o potinho ao microondas ou freezer. Ela se chama Bisfenol A e você pode conhecer mais sobre ele clicando aqui.

Mesmo para potes de plástico que sejam livres de Bisfenol, a recomendação é que o alimento seja colocado em um prato de vidro antes de ser levado ao microondas. Assim, você evita que o plástico fique manchado ou com cheiro.

O melhor material para marmita, sem dúvida, é o vidro, que pode ser levado ao freezer, geladeira, microondas e forno (em alguns casos). Além disso, ele não mancha e é mais fácil de lavar e desengordurar.

dicas para a marmita não estragar

Transporte

Cada um prefere transportar a marmita de um jeito. O namorado usa uma bolsa térmica e eu, atualmente, apenas levo os potes dentro de uma sacolinha na minha mochila (pois o trajeto até o trabalho é curto).

Porém, o mais indicado para quem vai enfrentar um longo trajeto até o trabalho são as bolsas térmicas. Elas existem nos mais variados formatos e materiais e vão desde as mais baratas até as marcas mais caras.

A bolsa térmica sozinha consegue conservar a temperatura dos alimentos por até 3 horas.

Refrigeração

Esse é um problema que muitos enfrentam. A melhor recomendação é que a marmita seja guardada na geladeira do trabalho até a hora do almoço.

Porém, para quem não tem geladeira no trabalho, a dica é usar aqueles pacotinhos de gel congelado em conjunto com uma boa lancheira térmica para conservar a comida até a hora do almoço.

Limpe bem seu potinho

Pote sujo é um prato cheio para as bactérias.

Nunca, em hipótese alguma, guarde seus potinhos de volta na mochila sem serem lavados. Além de ser perigoso contaminar o pote para sempre, o cheiro será insuportável quando você abri-lo mais tarde.

Lave bem e seque os potes ainda no local de trabalho. Eu e o namorado, por exemplo, lavamos duas vezes: no trabalho e ao chegar em casa à noite.

No caso dos potinhos de plástico, também é recomendado que eles fiquem de molho no cloro. Como funciona: prepare uma mistura de 1 colher de sopa de cloro para 1 litro de água e deixe seus potes de molho com essa solução por 15 minutos. Enxágue e lave-os normalmente, deixando secar bem antes de guardar ou empilhar os potes.

Tem alguma dica para a marmita não estragar? Compartilhe comigo!

Comente o que achou!

comments