Minha Marmita Tem

comida japonesa de verdade

Como é a comida no Japão?

Aposto que muita gente pensa que no Japão só tem sushi e sashimi. Outras pessoas pensam que só tem lamen. Mas preciso te contar uma coisa: NÃO. Mas, então, como é a comida no Japão?

Passei quase 1 mês por lá e comi muita coisa diferente, coisas que eu nem sabia que existiam e que fugiam completamente daquele clichêzão que a gente acha que é porque só conhece rodízio de restaurante japonês aqui no Brasil.

Como boa apreciadora de comida, eu fotografei quase tudo o que consumi por lá e vou mostrar um pouco de como é a comida no Japão.

Bom apetite, ou melhor, ITADAKIMASU! いただきます!

Uma curiosidade que não posso deixar de mencionar é que vários restaurantes têm em suas vitrines réplicas perfeitas dos pratos servidos por lá. Você pode descobrir mais sobre essas comidas japonesas de mentirinha clicando aqui.

 

Café da manhã

Dividimos nossa estadia entre hospedagens do Airbnb e hotéis, e poucos deles tinham café da manhã. A solução foi comprar nosso café da manhã em kombinis, lojas de conveniência como Family Mart, 7 Eleven, Circle K, entre outros. Essas lojas são ótimas: 24 horas, com opções de lanches, bebidas, obentôs, doces, salgadinhos, produtos de higiene, revistas, itens de papelaria e outras tranqueiras.

Acho que durante metade da viagem nós comemos oniguiris no café da manhã (tanto que depois de um tempo não queríamos mais ver nenhum por perto hahaha).

café da manhã no japão

Já o café da manhã dos hotéis do Japão eram um mix de comida ocidental e comida oriental. Tudo bem gostoso, padrão comida de hotel mesmo.

café da manhã hotel japonês

 

Lamen, Udon e Sobá

Como bons amantes de lamen, fomos em algumas casas especializadas nesse prato, que consiste em um caldo (geralmente à base de porco ou frango) com legumes, macarrão e carne de porco. Existem variações, é claro; já vi até lamen com base de frutos do mar. Simplificando dessa forma parece um prato sem graça, mas não é. Sério, se você nunca comeu lamen não sabe o que está perdendo!

ramen no japão

O udon é um pouco diferente, seu macarrão é feito com farinha de trigo branca assim como o lamen, mas o formato dele é mais grosseiro. Eu e o namorado fizemos uma aula de Udon, onde aprendemos a fazer a massa, cortar e depois comemos junto com um delicioso almoço! Foi demais!

aula de udon

O sobá é feito com farinha de trigo sarraceno, então o macarrão fica mais marronzinho e com um sabor mais acentuado, mas é bem fininho.

Comemos alguns e o meu preferido foi o Abura Sobá, que é um sobá mais oleoso que os outros, ficando super cremoso e saboroso. Delícia!

abura soba

 

Comida Italiana

Pode parecer loucura, mas os japoneses mandam muito bem na Comida Italiana! Quem diria? Eu, que moro num bairro de imigrantes italianos, comi pratos mais gostosos lá do que em alguns restaurantes por aqui!

Fomos em restaurantes chiques, restaurantes normais, restaurantes de pague-e-coma-o-quanto-aguentar e até em uma franquia com cara de fast-food mas que vendia uma Comida Italiana sensacional! Massas super saborosas e pizzas fininhas, crocantes e com sabores muito bons!

comida italiana no japão

 

Bebidas

Uma coisa que vai fazer falta são as máquinas de bebidas em cada esquina. Sério, tem uma em cada esquina e parece que nenhuma delas repete a bebida! Tem refrigerante, suco, água, café e até cerveja!

máquina bebida japão

Uma das coisas que eu vou mais sentir falta na vida é a Melon Soda, um refrigerante que teoricamente é feito de melão. Ele é verde neon fosforescente radioativo e tem gosto docinho, lembrando bastante o sabor de algum energético. Essas são minhas bebidas favoritas do Japão:

bebidas do japão

Ah, os japoneses, estranhamente, gostam de beber café com gelo! Você escolhe um copo com gelo dentro do freezer nas kombinis, paga e se serve na máquina de café. Estranho, mas depois de um tempo meu namorado estava adorando! Tinha até uma gelatina feita de café.

café gelado japão

Tivemos uma experiência super legal na fábrica da Cerveja Kirin em Yokohama! Conhecemos a linha de produção da cerveja Ichiban, que usa apenas a primeira filtragem para fazer a cerveja, descartando a segunda. Segundo eles, as outras marcas misturam a primeira e a segunda filtragem. Kampai!

cerveja kirin

 

Junk food

Fomos comer na famosa Lotteria, rede de fast-food que faz sucesso no Japão com seu ebiburger (hambúrguer de camarão que até o Mc Donalds copiou). Como eu adoro Mc Fish, eu adorei o hambúrguer de camarão também! Na Lotteria, eles colocam uma saladinha de repolho picado junto com o molho (aliás, no Japão eles colocam repolho picado em quase tudo) e no Mc Donalds é com alface mesmo.

mc donalds no japão

Nós compramos muita porcaria também nas kombinis, as embalagens são lindas e irresistíveis! Uma das minhas coisas preferidas foram as batatinhas da Calbee, que vêm em palitinhos e em diversos sabores diferentes.

batatinha calbee japão

Provamos uma infinidade de biscoitinhos, chocolates e balas de goma. Apesar de doces tipo bolos e rocamboles serem lindos porém nada doces, essas porcarias industrializadas eram bem gostosas!

 

Okonomiyaki

Quem frequenta o bairro da Liberdade em São Paulo já deve ter visto ou comido um okonomiyaki. Em alguns restaurantes japoneses ele também aparece, mas sempre nas versões menores. Parece uma panqueca, mas é um misturadão com TUDO o que você pode imaginar! Vai ovo, repolho, macarrão, frutos do mar, carne, moyashi, cebolinha, bacon, tomate e, literalmente, o que você quiser. “Okonomi” significa algo do tipo “seu preferido” e “yaki” é grelhado.

Comemos okonomiyaki em Osaka e em Hiroshima e eles eram enormes! Sempre são preparados na nossa frente e, em Hiroshima, o dono do restaurante era uma figura! Perguntava para cada pessoa de que país ela era, aí pegava um caderninho e falava uma frase na sua língua! Hahahaha demais!

okonomiyaki hiroshima

 

Obentô e Ekiben

Você já deve ter visto nosso obentô que apareceu na NHK no começo de 2016 (se não viu ainda, clique aqui). Lá no Japão, os mercados e kombinis tem milhares de opções! São uma ótima alternativa para quem quer uma refeição pronta e relativamente barata. Em alguns passeios que fizemos, levamos obentô na mochila para comer durante o dia e também comprávamos algumas vezes para a janta.

O Ekiben nada mais é do que o obentô que você compra na estação de trem para comer dentro do Shinkansen (trem bala). “Eki” é estação e “ben” é de obentô. Como são viagens mais longas, muita gente compra ekiben para comer dentro do trem. Inclusive, todos os trens balas possuem mesinhas nas costas dos assentos! Nós estávamos na dúvida se poderíamos comer ekiben em trens normais, mas descobrimos que é totalmente inaceitável: só é legal comer dentro de um trem se ele tem mesinha para isso. Fica a dica!

ekiben

Normalmente, o ekiben é um pouco mais elaborado e mais caro que o obentô normal. As embalagens são LINDAS e dava dó de jogar fora.

 

Wagyu, a carne mais cara do planeta

Fomos comer o famigerado Wagyu, conhecido como a carne mais cara do planeta. Não comemos o de Kobe, que é o mais famoso, mas o de Matsusaka, que tem a nota mais alta de todos. A “taxa de marmorização” vai de 1 a 12, o de Kobe tem nota 6 e o de Matsusaka tem nota 10-12.

Para quem não sabe, Wagyu é um tipo de gado criado de um jeito mais VIP que o gado comum. Matsusaka cria apenas fêmeas, em uma área calma entre rios, alimentadas muito bem com tofu, trigo, entre outros. Também bebem cerveja e recebem massagens constantemente. Estão melhores que a gente, né? Todo esse tratamento VIP resulta em uma carne super macia que derrete na boca, pois tem sua gordura marmorizada, ou seja, infiltrada nos músculos ao invés de ficar depositada no canto, como vemos nas picanhas aqui do Brasil.

O restaurante onde fomos é uma mistura de kaiten (os pratos ficam passando numa esteira e você pega quantos quiser; cada cor de prato tem um preço) com yakiniku (“yaki” é grelhado e “niku” é carne). Tinha uma grelha em cada mesa que é usada para você preparar suas carnes e legumes.

Sinceramente? Não curtimos tanto assim. Ela realmente derrete na boca, mas achamos que não tem muito sabor! Poxa, nascemos na terra do churrasco, da picanha mal passada! Sorte a nossa, pois economizamos bastante!

yakiniku wagyu beef

 

Um novo amor: omurice

Eu já tinha visto umas receitas no YouTube mas nunca dei tanto valor… Minha gente, omurice é uma das coisas mais gostosas da vida! Resumindo de um jeito bem simples, é um omeletão recheado com arroz. “Omu” é de omelete e “rice” é de arroz.

O namorado mandou muito bem e encontrou um restaurante especializado em omurice em Odaiba (distrito de Tokyo)! Como eu nunca tinha comido isso antes, escolhi o basicão: recheio de arroz refogado com frango e molho de tomate. Delícia!

omelete japonês

 

Curry (ou karê)

Sabe o que é engraçado? A gente SEMPRE faz curry aqui em casa, mas nunca tínhamos comido curry em outro lugar! Claro que rolava aquela curiosidade: “como vou saber se estou fazendo do jeito certo se nunca comi isso antes para comparar?”.

Fomos no Coco Curry House em Tokyo, uma casa especializada em curry. Tinha curry COM TUDO! Com legumes, vegetariano, com ovos, com salsicha, com carne de porco, com frutos do mar… Escolhi o de carne de porco à milanesa. Estava sensacional – e melhor ainda: a gente faz certinho!!! HAHAHAHA

curry

 

Um rolê com os nativos

Um dos pontos altos da viagem foi encontrar com o diretor do programa sobre obentôs que veio filmar a matéria da NHK aqui no Brasil no começo do ano. Ele mora e trabalha em Tokyo e marcamos de sair uma noite!

Ele nos levou a um restaurante perto do hotel (que escolheu aleatoriamente e entrou – simples assim) e escolheu tudo o que iríamos comer. Foi sensacional! Só coisas deliciosas e super diferentes!

como é a comida no japão

Infelizmente não sei o nome das coisas, mas as fotos e descrições vão ajudar hahaha! Começamos com uma porção de legumes crus com um patê de missô. Em seguida, uma panqueca enorme com recheio de carne. Uma porção de sashimis levemente selados. Mini ostras assadas com cebolinha. Pimentas assadas com shoyu que incrivelmente não eram ardidas. Carne de porco fatiada super finamente. Edamame (soja verde salgada diretamente na vagem). Porção de mini lulas cruas curtidas no shoyu. Arraia desidratada e desfiada (eu AMEI). Oniguiris fritos com uma casquinha de missô. Cerveja. Saquê.

Foi um banquete, amei tudo e queria voltar nesse dia para comer tudo de novo!

a comida no japão

 

Jantar tradicional num hotel tradicional

Passamos 1 noite num ryokan, hotel tradicional com piscinas de águas termais. Lá, usamos chinelos e yukatas (roupões leves e informais) o tempo todo, dormimos em tatamis e tivemos um jantar tradicional no quarto. Foi um banquete que durou 2 horas, a comida não parava de chegar! A moça que nos levou e serviu a comida explicou tudo muito rápido e em japonês, e obviamente eu não entendi nada! Dá só uma olhadinha nos pratos:

comida tradicional japão

Além de todos esses pratos, no jantar também estava incluso uma caixinha com uma aliança… Pois é, fui pedida em casamento lá! ♥

 

Comida crua

Finalmente, comida crua! Ou o que a maioria acha que é a comida japonesa: sushis, sashimis, temakis e afins.

Primeiramente: não existe temaki no Japão como nós conhecemos no Brasil. Não encontramos EM NENHUM LUGAR SEQUER. O máximo que encontramos foi um cilindro de arroz, alga e recheio numa kombini; o problema é que o recheio era de natto (soja fermentada com uma aparência duvidosa – procure por sua conta e risco no Google – então resolvi não experimentar). Ele era exatamente assim:

temaki cilindro

Foto retirada daqui.

Alguns obentôs tinham niguiris de peixe cru e, no primeiro dia de viagem, o namorado me levou num restaurante muito massa! Era um daqueles lugares minúsculos que não têm menu: o sushiman olha para a sua cara e prepara o que ele quiser. Nossa janta foi assim:

sushi no japão

Lá no Japão também realizei um sonho: comi num kaitenzushi! É um restaurante de esteira onde ficam passando os pratos de sushi, o mesmo esquema do kaiten de yakiniku, só que esse era só com oniguiris e alguns pratos quentes. Fomos 3 vezes em diferentes cidades e eu amei! Vou sentir muita falta!

sushiro restaurante japonês

Em Tokyo, fomos visitar um mercado de peixe e aproveitamos para tomar café da manhã… Que era simplesmente um bowl com arroz no fundo e sashimi em cima! Eu pirei! Café da manhã perfeito! Hahaha

tsujiki market

Os japoneses definitivamente sabem comer bem e explorar várias possibilidades culinárias. Vou sentir bastante falta da comida no Japão, com certeza!

Você pode ver todas as fotos de comida da minha viagem lá no Instagram pela hashtag #miniamarumitatemu 

Comente o que achou!

comments