Minha Marmita Tem

como fazer marmita

Como armazenar a marmita

Quem ainda não está acostumado a viver de marmita normalmente fica um pouco perdido em algum lugar do caminho. Na maioria das vezes, é difícil saber como armazenar a marmita, para que ela fique bem conservada e seja bem transportada. De que adianta saber como planejar a marmita se você não tem como guardar a comida necessária para a sua semana inteira?

Por isso, hoje eu vou ensinar um pouquinho do que fazemos aqui em casa, como armazenamos tudo que cozinhamos para ir utilizando ao longo da semana. Vocês devem se lembrar dessa foto aqui:

meu freezer

Esse é o nosso freezer! Organizado, né? Não tem segredo, o próprio nome diz: é organização.

A escolha do pote onde você vai armazenar a marmita é muito importante, tanto no freezer quanto na hora de levar para comer. Aliás, vou além e digo que o ideal é que o pote que você usa para congelar seja o mesmo que você transporta a comida para o trabalho! Sabe por que?

Porque assim você vai ter sempre o mesmo padrão de quantidade.

Eu e meu namorado congelamos as comidas nesses potinhos:

pote de plástico

É perfeito para nós dois, pois nele cabem exatamente 2 porções, ou seja, 1 potinho dá para 1 refeição minha e dele! Como já contei, deixamos arroz e feijão já pronto e congelado e, na hora de fazer a marmita, descongelamos tudo e misturamos o conteúdo. Para cada um de nós fica 1 potinho metade arroz + metade feijão.

Para as coisas que cozinhamos “frescas”, como os legumes e as carnes (ou omelete de forno, que nesse potinho cabe exatamente 1/4 dele feito em nossa forma!) usamos a medida 1 pote para cada pessoa com metade carne + metade acompanhamento (ou a proporção que você escolher).

O mais legal desse potinho é que quase sempre nossa refeição completa cabe em 2 deles. Não se engane, não é pouco!!! Veja como fica no prato:

pote VS prato

Esse potinho nós compramos aos milhares no Extra, vem um pacote com 10 e as tampas variam de cor, ideal para deixar o freezer bonitinho com os alimentos separados por cor de pote (arroz só com tampa transparente, feijão só tampa azul, legumes só tampa verde…). Você pode procurar em lojas de R$1,99 ou na parte de utilidades domésticas dos mercados. Quando achar com um preço bom, compre milhares! 😉

Com esse esquema dos potes plásticos, nossos almoços são quase sempre nessa proporção:

como armazenar a marmita

Cuidado! Você nunca deve esquentar sua comida nos potes de plástico!

Onde trabalhamos, temos pratos e talheres e lugares para guardar um pouco de louça, o que é o ideal. Sempre transfira a comida do pote plástico para um prato de vidro na hora de esquentar! Além de ser mais seguro, sua refeição fica visualmente muito mais apetitosa, o que faz você esquecer que está levando uma marmita.

Em último caso, se não houver como usar louça de verdade para comer, opte por levar e esquentar sua comida em marmitas de vidro (que infelizmente são mais volumosas e muito pesadas) ou então pesquise potes de plástico livres de dioxina e Bisfenol, substâncias tóxicas que são liberadas na sua comida quando o plástico é esquentado. Saiba mais sobre esse perigo clicando aqui.

Falando em “segurança alimentar”, é muito importante lembrar que você não deve congelar o que já esteve congelado um dia! Se você comprou a carne congelada no açougue, descongelou e cozinhou, mesmo assim não deve voltar a congelá-la. Se você pretende deixar a carne pronta congelada, o melhor é comprar a carne fresca no açougue, aí sim cozinhá-la e colocar para congelar. Assim ela não corre o risco de estragar ou de contaminar.

Última dica:

Na hora que você coloca tudo no freezer, sempre sabe o que está em cada potinho, mas depois de congelado, fica praticamente impossível de saber qual é o arroz branco e qual é o integral, ou ainda o com quinoa. Para isso, eu coloco um quadradinho de fita crepe na tampa dos potinhos com algumas siglas (sim, no começo eu escrevia tudo bonitinho, agora tenho preguiça!) :

  • A = arroz normal
  • AI = arroz integral
  • AQ = arroz com quinoa
  • F = feijão normal
  • FP = feijão preto
  • L = lentilha

E por aí vai… Acredite, esse método é importantíssimo na hora de saber quem é quem dentro do freezer! #ficadica

Como você costuma armazenar a marmita? Tem também algum potinho perfeito que dá exatamente para a mesma porção todos os dias? Quero ver!

Comente o que achou!

comments