Minha Marmita Tem

Alimentos que não estragam

Alimentos que não estragam

Pode parecer um pouco estranho falar que existem alimentos que não estragam, afinal tudo o que compramos no mercado já vem com a data de validade estampada na embalagem.

Porém, apesar da obrigatoriedade da data de vencimento, existem sim alguns alimentos que não estragam tão rápido assim e que podem ser consumidos após estarem oficialmente vencidos.

Descubra quais são os alimentos que não estragam:

Arroz

A maioria dos tipos de arroz não estraga! Entre eles, estão o arroz branco normal, arroz arbóreo, selvagem, basmati e jasmine. Porém, o arroz integral costuma estragar mais rápido que os outros tipos, pois seu grão tem mais gordura que os outros.

Certifique-se de guardá-lo num pote muito bem vedado para não dar bichinhos.

> Dica: clique aqui para conhecer os principais tipos de arroz e qual prato fazer com cada um deles. 

Feijão

Assim como o arroz, o feijão deve ser guardado longe da umidade e um recipiente bem vedado, para que não apareçam bichinhos indesejáveis.

Depois de um tempo, o feijão fica mais duro, porém se você deixá-lo de molho antes de cozinhar ou fervê-lo por mais tempo, ficará quase tão macio quanto novos grãos.

Dica: clique aqui para aprender a fazer feijão!

Sal

O sal tanto não estraga, como por muito tempo foi usado para conservação de carnes e alimentos: a carne seca vem daí, por exemplo.  

Apenas tome o cuidado de guardá-lo bem vedado e longe da umidade.

Amido de milho

Dificilmente seu amido de milho vai estragar. Guarde-o num local seco, fresco e longe da luz!

Açúcar

A composição química do açúcar torna-o um ingrediente estéril para o crescimento de bactérias.

Portanto, desde que você o armazene longe da umidade e dos carunchos e formigas, ele vai durar para sempre. Se ele estiver empedrado, passe-o numa peneira antes de usar.

Bebidas alcoólicas destiladas

Você já visitou uma casa que tem um bar cheio de garrafas antigas? Bebidas alcoólicas fortes, principalmente as destiladas, estragam muito raramente.

Apenas precisam ser conservadas em local escuro e fresco, além de bem fechadas.

Café em pó solúvel

O café em pó solúvel não estraga nunca! Guarde-o bem fechado no freezer pelo tempo que quiser e ele ainda estará bom para o consumo.

Vinagre branco

Por ser bastante ácido (tão ácido que não é legal consumir taaaanto vinagre assim), o vinagre branco demora muito mais tempo para estragar do que a embalagem diz.

Mas fique atento: a recomendação é que ele seja mantido na geladeira depois de aberto.

Extrato de baunilha natural

O extrato de baunilha natural, legítimo, é bem mais caro que os tipos diluídos. Porém, por ter alta concentração de álcool, ele praticamente não estraga nunca.

Mel

Sua composição natural tem pouquíssima quantidade de água e muito açúcar, além de ter o pH bastante ácido. Isso torna o mel um ambiente “difícil” para as bactérias sobreviverem.

Se você perceber que ele está cristalizado, não significa que estragou: dê uma leve aquecida em banho maria ou alguns segundos no microondas que ele volta à textura natural.

Ah, e uma dica importante: crianças menores de 1 ano não podem consumir mel.

Xarope de bordo

Ele também é um ingrediente que não vence nunca, porém, assim como o café, deve ser guardado congelado. Você pode congelar em pequenas porções e descongelar na geladeira ou ferventando quando for usá-lo.

Atenção

Obviamente, esses alimentos citados não vão durar para sempre. Em algum momento eles irão estragar, seja por estarem armazenados em ambientes quentes demais, com mofo, pouco ventilados, expostos demais, por infestação de bichinhos, entre inúmeros outros fatores.

Mas saiba que eles duram mais do que o indicado na embalagem.

SEMPRE que for usar algum alimento (independente dele estar dentro da validade ou não), confira seu aspecto, textura, cheiro e coloração. Se estiver com uma cor muito diferente da original, cheiro forte, textura grudenta ou muito seca, manchas estranhas e qualquer outra característica diferente da esperada, talvez ele esteja realmente estragado.

Comente o que achou!

comments

Leave a Reply